#DESAFIOCLÁSSICOS – A Nova Lista

Lista de Títulos para o Desafio Clássico em ordem cronológica e seguindo as divisões do Livro da Literatura.

* Os autores que quero ler a obra completa, ou o máximo possível.
(R) Releitura

Heróis e Lendas
A Epopeia de Gilgamesh
O Mahabharata – Vyasa
A Ìliada – Homero
A Odisseia – Homero
Eneida – Virgílio
Beowulf
As mil e uma noites

Do Renascimento ao Iluminismo
(c.1320) A Divina Comédia – Dante Alighieri
(c.1400) Os Contos de Canterburry – Geoffrey Chaucer
(1485) A Morte de Arthur – Sir Thomas Malory
(c.1564) Histórias de Gargantua e Pantagruel – François Rabelais
(1572) Os Lusíadas – Luís de Camões (R)
(1615) Dom Quixote – Miguel de Cervantes
{c.1620} Sermões (Padre Antônio Vieira)
(1667) O Paraíso Perdido – John Milton
(1774) Os Sofrimentos do Jovem Werther – Goethe
{1792} Marília de Dirceu (Tomás Antônio Gonzaga)
{1789} Cartas Chilenas (Tomás Antônio Gonzaga)

Romantismo e a Ascensão do Romance
(1832) Fausto – Goethe
(1813) Orgulho e Preconceito – Jane Austen* (R)
(1818) Frankenstein – Mary Shelley
(1830) O Vermelho e o Negro – Stendhal
(1844) Os Três Mosqueteiros – Alexandre Dumas
(1845) O Conde de Monte Cristo – Alexandre Dumas
(1847) Jane Eyre – Charlotte Brontë  <LIDO em Agosto>
(1847) O Morro dos Ventos Uivantes – Emily Brontë
(1850) David Copperfield – Charles Dickens*
(1850) A Letra Escarlate – Nathaniel Hawthorne
(1851) Moby Dick – Herman Melville
{1851} I-Juca Pirama (Gonçalves Dias)
{1853} Lira dos Vinte Anos (Álvares de Azevedo)
{1855} Noite na Taverna (Álvares de Azevedo) (R)
(1856) Madame Bovary – Gustave Flaubert
(1859) Um Conto de Duas Cidades – Charles Dickens*
(1861) Grandes Esperanças – Charles Dickens
(1862) Os Miseráveis – Victor Hugo* (R)
(1865) Alice no País das Maravilhas – Lewis Carroll
(1866) Crime e Castigo – Fiódor Dostoiévski*
(1869) Guerra e Paz – Leon Tolstói*
{1875} A Escrava Isaura (Bernardo Guimarães)
(1877) Anna Kariênina – Leon Tolstói
(1880) Os Irmãos Karamázov – Fiódor Dostoiévski
{1883} Os Escravos (Castro Alves)
(1884) As Aventuras de Huckleberry Finn – Mark Twain
(1885) Germinal – Émile Zola
(1899) Coração das Trevas – Joseph Conrad
{1890} O Cortiço (Aluísio Azevedo) (R)

O Rompimento com as Tradições
(1901) O Cão dos Baskerville – Arthur Conan Doyle ( = As aventuras de Sherlock Holmes)
(1902) Os Sertões – Euclides da Cunha
{1912} Eu (Augusto dos Anjos)
(1913-1927) Em Busca do Tempo Perdido – Marcel Proust
(1922) Ulisses – James Joyce
(1925) Mrs. Dalloway – Virginia Woolf
{1927} Brás, Bexiga e Barra Funda (Antonio de Alcântara Machado)
[1930] O quinze – Rachel de de Queiroz
(1932) Admirável Mundo Novo – Aldous Huxley
(1938) Vidas Secas – Graciliano Ramos
(1943) O Pequeno Príncipe – Antoine de Saint-Exupéry <LIDO em 04/2017>
(1944) Ficções – Borges (R)
(1945) A Revolução dos Bichos (R)
{1945} A Rosa do Povo (Carlos Drummond de Andrade)

A Literatura do Pós-Guerra
[1946] Sagarana – João Guimarães Rosa
[1947] É isto um homem? – Primo Levi
{1947} O Ex-mágico (Murilo Rubião)*
(1949) 1984 – George Orwell
[1949-62] O tempo e o vento – Erico Verissimo
(1951) O Apanhador no Campo de Centeio – J. D. Salinger
{1951} Claro Enigma (Carlos Drummond de Andrade)
(1952) O Velho e o mar – Ernest Hemingway
{1953} Romanceiro da Inconfidência (Cecília Meireles)
{1955} Morte e Vida Severina (João Cabral de Melo Neto)
(1955) O Senhor dos Anéis – J. R. R. Tolkien
(1956) Grande Sertão: Veredas – João Guimarães Rosa
(1960) O Sol é para Todos – Harper Lee
(1964) A Paixão Segundo G.H. – Clarice Lispector
(1967) Cem anos de Solidão – Gabriel García Márquez

Literatura Contemporânea
{1971} Romance d’A Pedra do Reino (Ariano Suassuna)
[1973] As meninas – Lygia Fagundes Telles
[1975] Lavoura arcaica – Raduan Nassar
{1976} Poema Sujo (Ferreira Gullar)
[1977] A hora da estrela – Clarice Lispector
(1979) Se um viajante numa noite de inverno – Italo Calvino
{1979} O que é Isso, Companheiro? (Fernando Gabeira)
[1980] O centauro no jardim – Moacyr Scliar
(1981) Filhos da Meia-Noite – Salman Rushdie
[1984] Viva o povo brasileiro – João Ubaldo Ribeiro
(1985) O Conto da Aia – Margareth Atwood
(1985) O Amor nos tempos do cólera – Gabriel García Márquez
(1985) Ruído Branco – Don Delillo
(1995) Ensaio sobre a Cegueira – José Saramago

1 comentário sobre “#DESAFIOCLÁSSICOS – A Nova Lista”

Deixe uma resposta