Quadrinhos Nacionais (mais que excelentes) de 2015

Logo após a CCXP fiquei pensando em todas as preciosidades que nos cercam e que mesmo assim não temos ideia de que estão logo ali. Então assim surgiu esse top 5 de Hq’s que nesse ano me surpreenderam e me deixaram extremamente orgulhosa de poder dizer que são NACIONAIS! E que todos vocês precisam conhecer!

20151213_130526

– Quadrinhos A2 I, II e III – Cris Eiko e Paulo Crumbim

Quadrinhos A2 é nada mais, nada menos do que um quadrinho biográfico desses dois artistas incrivelmente simpáticos.

Acompanhamos o dia a dia de criação, publicação dos quadrinhos e claro do cotidiano domestico dessa dupla incrível com a participação memorável do cãozinho Pino.

A HQ tem um estilo Chibi, com cenas dramáticas num traço rápido e bem caricato.

Definitivamente leitura obrigatória!

 

– Petalas – Gustavo Borges e Chris Peters

Pétalas é uma caso a parte! Um quadrinho para emocionar se dizer uma palavra se quer.

A trama gira em torno de um filho que cuida do pai e um curioso estranho que ele encontra na floresta durante uma nevasca. É uma dessas fábulas geniais de solidariedade e por mais que os personagens sejam retratados como animais, nunca vi seres mais humanos!

Definitivamente uma história para aquecer nossos corações!

 

– Mayara e Annabelle 1 e 2 – Pablo Casado e Talles Rodrigues

Agora é outro nível de excelência!

Mayara e Annabelle é tudo aquilo que eu sempre quis ler numa HQ nacional e sobrenatural.

Aqui temos duas meninas porretas (uma de SP e uma do CE) unidas pela Secretaria de de Controle de Atividades fora do Comum para lugar contra ameaças sobrenaturais de todo tipo.

Uma grata surpresa foi o modo como a cultura brasileira foi integrada na HQ com naturalidade e maestria. O roteiro deixa a gente sempre querendo mais com muitas cenas de ação e tiradas comicas sem igual!

Pra mim, foi uma das descobertas do ano! Foi mais que um prazer apoiar o lançamento do Volume 2 pelo Catarse e mal vejo a hora de colocar as mãos no volume 3.

 

Sobrenatural Social Clube #1 – Ronaldo Barata

Me deparei com a hq assim meio sem querer e acabei encontrando um pedaço da infância.

A Hq ao melhor estilo de aventura conta a historia de 3 amigos que sofrem bullying na escola mas se divertem em seu próprio mundo fora dela.

Após uma série de desaparecimentos na cidade eles começam a perceber que o que parecia ser uma brincadeira da infância aparentemente é a pura realidade.

Seres sobrenaturais, mistérios, mapas, arquivos secretos… é só colocar Scooby Doo e Goonies no liquidificador que você já começa a ter uma ideia do que te espera.

Esse definitivamente é para todas as idades!

Deixe uma resposta